Ouça na sua plataforma preferida!
Média

0

10 baseada em 0 votos.
Avalie:
Você ainda não votou.
Aguarde...

Faça o login para votar.

Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

Letra da música Nós Por Nós

[Intro: Ellen Oléria, GOG]
G-O-G
Nega Oléria
(Luiz Ca-fé)
(É nóis memo, vagabundo)
Nós por nós, sempre nós por nós
Nós por nós
(É nóis memo, vagabundo)

[Verso 1: Ellen Oléria]
Pra quem tem fé, quem busca ideologia
Tem quem quer o nome escrito no livro da vida
Essa é minha fé, a minha pantomima
O exercício dia a dia da minha poesia
Tem quem não crê na arte da partilha
Mas não foi isso que aprendi com minha família
Menina aluada, botão de amapola, o primeiro salário inteiro na mão da coroa

[Refrão: Ellen Oléria]
Nós por nós
(É nóis memo)
Nos por nós
(É nóis memo, vagabundo)

[Verso 2: Ellen Oléria]
Foi desde cedo que aprendi a fazer planos
E há tanto tempo eu já sou sócia da CIA do Sonhos
Há anos, ouço falar de amor e parceria
Vi isso e mais um pouco na voz de Emicida
Eu quero assim
No meu convívio, aves de rapina
Que nunca depender da arte da falcoaria
Ei, mestre G-O-G, cola comigo aê
Aperta o REC, deixa eu te mostrar o que eu já sei fazer

[Ponte: GOG]
Primeira vez que vi você foi na torre de TV
Sua voz e atitude me fizeram tremer
Pensei comigo mesmo: “essa preta vai ser orgulho de Brasília”

[Verso 3: GOG]
Sua arte fez lembrar dos campinho, dos golzinho
Dos barracos de madeira em Sobradinho sozinho
Dos martelos, dos espectros, dos passinho
Dos toca-discos comandando [?]
De luva prata na mão, bico fino branco em ação
Suor no salão, conexão no refrão, transbordando emoção
Igual a mim, uma geração
Ritmos, ritmos negros acelerando a pulsação

[Refrão: Ellen Oléria]
Nós por nós
(É nóis, nóis, nóis, nóis)
Nós por nós
(E nóis, é nóis memo)

[Verso 4: Ellen Oléria]
Eu sei como ficar mais forte, junto, eu sei
Do Norte ao Centro-Oeste é muito chão
Continuando a batalha
Quem tem sangue de quem já foi pau-de-arara
Tomara que eu veja a vitória de várias amadas
Que a bênção ancestral traga boa seara
Retrato minha quebrada, tem puxa minha navalha
Como encenaram pro roteiro, retoque de cineasta
(É nóis memo, vagabundo)

[Verso 5: GOG]
Eu vou dizer
Evolução do pensamento me fez entender
Revolução de um só fica fácil deter
Por isso que o QG não para de crescer
Sementes brotam, bela primavera vai acontecer
A grande usina povo gera energia
Capaz de iluminar, abastecer mentes vazias
Acender as luzes da ribalta até efervescer nos palcos da vida
Juntos cantamos por poder

[Refrão: Ellen Oléria]
Nós por nós (por nós, por nós)
Nós por nós

[Saída]
Pois é, do céu só cai chuva quando a nuvem negra quer
G-O-G, Ellen Oléria, Luiz Café
(É nóis memo, vagabundo)

O que você achou de Nós Por Nós?