Ouça na sua plataforma preferida!
Média

0

10 baseada em 0 votos.
Avalie:
Você ainda não votou.
Aguarde...

Faça o login para votar.

Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

Letra da música África Tática

[Verso 1: GOG]
África Tática, fala franca, força tática
Reza forte, falência da gramática estática
A mente divergente nascente da contracorrente
A verdade bendita, maldizendo a retórica
A vontade política mandingando a memória
Aperta, liberta, dispara o sinal de alerta
Levanta o gigante, o continente acorda
O Egito desperta
Racismo, remido, prescrito é saber da história
Reviver as ações, atualizar nossas glórias
Desamarrar os encostos do princípio do vício
Arriar aos preceitos primeiros do compromisso
Não desviar da reta, do fim, as vozes do início
Vontade, verdade, exemplo, estima
Ouça mais essa rima
Outro clima, outro clima

[Ponte 1: Ellen Oléria]
Eu, mulher negra, pedra fundamental da raça humana
Guardiã da consciência soberana, sou africana

[Refrão]
Se vida de negro é difícil, a fala franca nos dá a direção
Se ser livre é um compromisso, o fim disso será a união
A corrente nem prende, nem me liberta
Mente aberta me fez entender
Que no mundo uma coisa se deu certa
Liberdade se cria pelo saber

[Verso 2: GOG]
África Tática, apresente-se, ocupe seu posto
Siga em frente, não se renda ao desgosto
Da lágrima que escorre salgando teu rosto
Sinta teu paladar, registrando teu gosto
A herança maldita que a ti desejaram
Não evita a lembrança, aguçando teu faro
Do primeiro homem em pé de carne osso
Veio a tinta da pele que empretece teu corpo
As savanas sedimentaram nossas relações humanas
Quanto mais perto estamos, laços novos apertamos
Não fuja, não corra, não se entregue, não sofra
Rebeldia e revolta, pra nós, é retorno, é Sankofa
A vida segue: o futuro renova, o passado ensina
Vontade, verdade, exemplo, estima
Ouça mais essa rima
Outro clima, outro clima

[Ponte 2]
Eu, homem negro, filho de nossa mãe
Herdeiro primeiro do genoma humano
Sou soberano, sou africano

[Refrão]
Se vida de negro é difícil, a fala franca nos dá a direção
Se ser livre é um compromisso, o fim disso será a união
A corrente nem prende, nem me liberta
Mente aberta me fez entender
Que no mundo uma coisa se deu certa
Liberdade se cria pelo saber
Se vida de negro é difícil, a fala franca nos dá a direção
Se ser livre é um compromisso, o fim disso será a união
A corrente nem prende, nem me liberta
Mente aberta me fez entender
Que no mundo uma coisa se deu certa
Liberdade se cria pelo saber

[Saída]
África Tática, Tática, Tática…

O que você achou de África Tática?