Ouça na sua plataforma preferida!
    Média

    0

    10 baseada em 0 votos.
    Avalie:
    Você ainda não votou.
    Aguarde...

    Faça o login para votar.

    Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

    Letra da música Fé Em Dobro

    [Intro]
    Vários putos, esse é o ritmo do meu bairro
    Sempre juntos, São Pedro, Santo Inácio
    Todo amor, as ruas que eu represento
    De pé, primo, fé em dobro, meu guerreiro

    [Verso 1]
    No olho do inimigo é no sangue que eu vejo, primo
    Que Deus me guarde, não esqueça do nêgo, primo
    Não importa a ideia que cê tem a si mesmo, primo
    É você por você e o mundo fodendo, primo
    Se eu tô no corre é por amor à camisa
    O suor escorre, doido, sem garantia
    O mundo né mole, os puto me acha rude, mas não fode
    Viver de brisa não tô podendo, mas tem quem goste, né
    Isso não vira, até quem é ao contrário, prove
    No bolso um qualquer, né doido
    Tipo, pra dar sorte
    [?] muito, mulher
    Acha que eu tenho futuro, não vou desapontar
    Que malandro não deixa furo, vai confiar em quem?
    O mundo corrompido, eu tenho os pés no inferno
    E nêgo na maldade comigo, vai nessa, não, doido
    O sentimento é recíproco
    Vem, que tô, que sou, tô convicto

    [Gancho 2x]
    Quem é pra tá aqui já tá
    É o nêgo
    Se for pra se adiantar
    É nós mermo
    Se neguim quiser provar
    Tem veneno
    Eu não vou parar, rarará-rarará

    [Verso 2: Don L]
    Fazer uma grana, eu tenho eu mermo
    A rua me chama, eu vou pra arena
    Luta guerreiro, enfrenta os filho da puta primeiro
    Bença, mãe, pra que eu vença sim
    Mermo sem saber quando vem seu fi
    Eu chego sem medo de encarar o mundão
    Cada dia mais forte, eu vou dar um valão
    Vou encarar as área, eu num vou parar
    Foda que embaça, várias pilantragem traz mágoa
    Me faz raiva, foda ser capaz de sarar sem matar um cara
    Vou dizer, quer viver, então rala
    Não quer morrer, então não me atrapalha
    Meu Senhor, por favor, perdoa
    Só quero amor e coisa boa
    Senhor, salva minha mente, me guia
    Minha vida, minha firma
    Abre meus caminhos e ilumina
    Das inveja, dos inimigo, livra
    E enquanto ninguém mentir, eu não vou parar
    Parará-rará

    [Gancho 2x]
    Quem é pra tá aqui já tá
    É o nêgo
    Se for pra se adiantar
    É nós mermo
    Se neguim quiser provar
    Tem veneno
    Eu não vou parar, rarará-rarará

    [Verso 3: Carlos Gallo]
    Eu vou seguir sincero e sem medo
    Na letra de Deus vou e vou mermo
    Antiga massa, eu não dependo
    Justo como o mundo e vivendo
    Tô na rua e a rua sabe o que eu penso
    Sou a rua e a rua vence enquanto eu venço
    Glória, a fé não me deixou sucumbir
    Nas pratas, gatas, Senhor
    Pronto pro que for, tamo aí, chapa
    É o quê, vagabundo
    Meu mundo luto de luto pelo amor contra o mundo

    [Gancho 2x]
    Quem é pra tá aqui já tá
    É o nêgo
    Se for pra se adiantar
    É nós mermo
    Se neguim quiser provar
    Tem veneno
    Eu não vou parar, rarará-rraará

    [Saída]
    No olho do inimigo é no sangue que eu vejo, primo
    Que Deus me guarde, não esqueça do nêgo, primo
    Não importa a ideia que cê tem a si mesmo, primo
    É você por você e o mundo fodendo, primo
    No olho do inimigo é no sangue que eu vejo, primo
    Que Deus me guarde, não esqueça do nêgo, primo
    Não importa a ideia que cê tem a si mesmo, primo
    É você por você e o mundo fodendo, primo

    O que você achou de Fé Em Dobro?