Ouça na sua plataforma preferida!
Média

0

10 baseada em 0 votos.
Avalie:
Você ainda não votou.
Aguarde...

Faça o login para votar.

Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

Letra da música Falando de Amor

[Verso 1]
A salvação não é entrar no Starbucks de espingarda
Vê pra mim um capuccino e o dinheiro do caixa
Nem sequestrar na Embraer o mais alto executivo
E acabar no Paraguai vivendo como fugitivo
É impedir que o amor no seu coração seja drenado
Pelos que apostam na roleta, no cassino em Monte Carlo
Eles te querem de robô, incapaz de amar
Desfigurando inimigo e o parente que for velar
Sabem que não é o ódio que move a periferia
Mas o oposto, que faz quadrilha resgatar em delegacia
Vi de perto mil vezes o amor materno
Que não abandona no reformatório o filho interno
O amor fazendo mano não se batizar pela mina
Fazendo esposa entrar no CDP com cocaína
Não, senhor, não amamos o crime e as armas
São os boys que pedem latrocínio e glocks descarregadas
Eles não amam nem os parentes, só o dinheiro
Foda-se a a dica de anti-sequestro, que morram no cativeiro
Não é meu sonho de lucrar com Audi clone no site
Colabore com o fim do “vish, foi com requinte de crueldade”
Subiu sete na casa do rival de madrugada
Só pouparam o bebê e a adolescente grávida
O prêmio que eu ganhei da música brasileira
Foi ver, por amor ao meu rap, largarem a granada e a biqueira

[Refrão]
A engrenagem do motor do gueto é o amor
Desvicia, silencia os blackout do furador
Traz diploma ou faz rajar Hillux da polícia
Assaltar e incendiar busão por justiça

A engrenagem do motor do gueto é o amor
Desvicia, silencia os blackout do furador
Traz diploma ou faz rajar Hillux da polícia
Assaltar e incendiar busão por justiça

[Verso 2]
Periferia é um celeiro de sentimento nobres
“Aí, senhor, o mano não tem nada a ver, é meu o revolver
A droga é minha ,acredita no que eu digo
O mano é usuário, só veio comprar comigo”
A ONG do egresso tirou vários da criminalidade
Injetando amor ao esporte, a leitura e a arte
Por isso ame a sua liberdade e a sua vida
Não vire outro que largou o refém e foi alvejado pela polícia
Não deixe que te ponham em outra a chacina do pedágio
Que ajuda PM assassino por muitos ser amado
No dia que amar o favelado como a ti mesmo
Acabou live com despedaçado dedo por dedo
Olha pra câmera e diz quem manda na cidade
Agora engole um pedaço da própria carne
O amor pelo estudo vence até balas
Não acredita em mim? Leia a história de Malala
Antes de monitorar a empresa do bacana
Pense se vale você preso com filha amando a distância
Vejo gesto de amor até na disciplina
Que mantem o certo pelo certo na periferia
Quando carboniza o pedófilo, o estuprador
Demonstra afeição pelas crianças e cada morador
Coríntios 13, como escrito na Bíblia
Mesmo com a língua dos anjos sem amor nada seria

[Refrão]
A engrenagem do motor do gueto é o amor
Desvicia, silencia os blackouts do furador
Traz diploma ou faz rajar Hillux da polícia
Assaltar e incendiar busão por justiça

A engrenagem do motor do gueto é o amor
Desvicia, silencia os blackouts do furador
Traz diploma ou faz rajar Hillux da polícia
Assaltar e incendiar busão por justiça

[Verso 3]
Só favelado conhece o amor verdadeiro
Só gostam do empreiteiro por causa do dinheiro
Quanto mais se aproxima da fortuna do Zuckerberg
Mais só recebem “oi” por interesse na Internet
Quem ama nunca vai deixar o luto
Sempre vai pensar como foram os últimos minutos
Se chorou, se gritou, se sentiu muita dor
Se chamou por seu nome quando algoz atirou
Entendo a lógica dos rádios comunicadores
Das M10 e localizador da empresa de valores
Quem recebeu da elite só rancor e exclusão
Vai mandar vigilante da Proforte pra agulha de dissecção
Não deixe pra perceber que ama sua família
Deixando rosas na lápide pra despedida
Não deixe pra dizer que ama o rolê com os parça
Assinando associação ao tráfico, porte de arma
Por amor a causa, não te quero como detento
Que paga pra testemunha trocar o depoimento
Por amor ao próximo, não quero manos felizes
Porque tem embaixo do sofá diversos calibres
Assumo: é só o topo da pirâmide que eu odeio
Os que nos fazem o Cartel de Sinaloa como espelho
Prefiro a polícia me forjando com seu kit
Do que um herdeiro pondo a minha música na sua playlist

[Refrão]
A engrenagem do motor do gueto é o amor
Desvicia, silencia os blackouts do furador
Traz diploma ou faz rajar Hillux da polícia
Assaltar e incendiar busão por justiça

A engrenagem do motor do gueto é o amor
Desvicia, silencia os blackouts do furador
Traz diploma ou faz rajar Hillux da polícia
Assaltar e incendiar busão por justiça

O que você achou de Falando de Amor?