Ouça na sua plataforma preferida!
Média

0

10 baseada em 0 votos.
Avalie:
Você ainda não votou.
Aguarde...

Faça o login para votar.

Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

Letra da música Papeis Invertidos

“A viagem do medo começa quando a noite chega e dura enquanto houver escuridão
Quem passa à noite nessa terra sem lei, deserta, abandonada, sabe que está muito perto da morte
Quem mora nessa terra sem rei, conhece quem manda e cumpre as ordens
À noite, as pessoas precisam fugir das ruas, à noite é a hora do matador
Ele mata de graça, ele mata porque gosta de matar, ele é ruim mesmo
Maconheiro, matador, ele mata todo mundo por um copo de cerveja
E a gente sabe que se a gente falar alguma coisa.. é… que não agrade ele, algum gesto talvez a gente pode perder a nossa vida
Com a luz do Sol, outra vez aparece, é a hora do silêncio
Os corpos podem estar em qualquer esquina
Não assustam mais, provocam curiosidade ou indiferença
A lei do silêncio está sendo cumprida
Tava trabalhando na hora que isso aconteceu
Mesmo se eu tivesse visto, não ia querer falar nada (Por que não?) Ah, não sei, medo! (medo do que?)
Ela não se conforma com a morte do filho
Colocaram meu filho com as mão pra trás, foram batendo no menino…
*Entrevistas e reportagens até o final*

Sobre Papeis Invertidos

A música Papeis Invertidos, de GOG, foi lançada no disco Vamos Apagá-los com o Nosso Raciocínio, em 1993.

O que você achou de Papeis Invertidos?