Ouça na sua plataforma preferida!
Média

0

10 baseada em 0 votos.
Avalie:
Você ainda não votou.
Aguarde...

Faça o login para votar.

Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

Letra da música Complô Corporação

[Verso 1]
Como é ter poder, fazer o que bem quer?
Sair por aí, distribuir ponta pé
Como se fosse doce doação
Algo tão doce, algodão doce, boa ação
Receber por isso, salário digno
Plantão hoje, depois, folga dois domingos
Dias lindos, bingo ao lado da família
Pingos indos embaçam o vidro na neblina
Mente pensa como foi tensa a semana passada
Cumprimento do dever, responsa da farda pesada
Aquelas hora, quase três horas, chegou a hora
Acelera a viatura logo, bora, sai fora
Corpo morto, complô, corporação
Comunico COPOM com outra versão
Computador, computa a dor da operação
Catador que viu, depois não viu mais não

[Ponte: Som de rádio]
Q-T-C! Indivíduo de bicicleta reagiu à abordagem
Aparentemente armado, foi alvejado, vindo à óbito no local, Q-S-L
Positivo, o COPOM já acionou e a SIG tá a caminho Q-T-H

[Verso 2]
Machucou, desfigurou meu filho lindo
Vi o autor o dia todo, descendo e subindo
Netos inquietos perguntam pelo pai
Ausentes do velório, digo que logo vai
Vai voltar, eles não esquecem de ensaiar
As palavras que dirão quando o pai voltar
Vai voltar, eles não esquecem de ensaiar
As palavras que dirão quando o pai voltar
Há pouco tempo ouvi falar em África
Num folheto de um balcão, numa gráfica
Pensei que fosse oração naquele santinho
Levei pra ler à luz de vela no quartinho
Pra não acordar as crianças no colchão
Chorei quietinha quando li a anotação
Fui à reunião, forte emoção veio o desmaio
Ao saber que sou mais uma das Mães de Maio

[Depoimento 1]
Até aí eu não sabia se era bandido ou se era polícia que tinha matado meu filho…

[Depoimento 2]
Eu vou morrer com isso, não tem como… entendeu?
Eu acho que nunca mais as festas vão ser como elas eram pra mim
Os dias não…. são mais iguais…

[Depoimento 3]
A coisa mais insuportável de uma mulher e de uma mãe é não saber de uma morte de um filho
Imagine tu escutar pelo rádio…

[Depoimento 4]
E tem dia que a saudade é tanta, tanta, tanta, tanta, que dá um desespero tão grande…

[Depoimento 5]
Ainda ontem eu chorei por causa dele, porque… ele era muito bom…

[Verso 3]
Lágrimas petrificam um coração de mãe
Secam, fortificam o ódio dos vilões
Multidão feroz solta a voz contra o algoz
Absolvição, não, não! Sem perdão pra nóis
Exame nega a reação, bote traiçoeiro e veloz
Contradiz advogado de defesa do atroz
Pelo corredor da dor, olhares acusatórios
Corregedor fala em caso aleatório
Fazem de tudo pro parente desistir
Filas longas, muito longas para prosseguir
Memória, verdade, justiça e liberdade
Sei que boa parte da população aplaude
Ele está em mim por toda a parte
Executaram só o físico, planejado descarte
Agora quando as crianças perguntam pelo pai
Respondo que elas não precisam ensaiar mais

[Saída: (Coro), GOG]
(Eu quero ver quando Zumbi voltar, eu quero ver!
Eu quero ver o que vai acontecer, eu quero ver!
Eu quero ver quando Zumbi voltar, eu quero ver!
Eu quero ver o que vai acontecer, eu quero ver!)
Eu quero ver quando Zumbi voltar, eu quero ver!
Eu quero ver o que vai acontecer, eu quero ver!
Eu quero ver quando Zumbi voltar, eu quero ver!
Eu quero ver o que vai acontecer, eu quero ver!

Sobre Complô Corporação

A música Complô Corporação, de GOG e produção de DJ Leo LP, foi lançada no disco Mum-Rá High Tech, em 2017.

O que você achou de Complô Corporação?