Ouça na sua plataforma preferida!
Média

0

10 baseada em 0 votos.
Avalie:
Você ainda não votou.
Aguarde...

Faça o login para votar.

Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

Letra da música Periferia é o Alvo

Dina Di, mais Tum, Dj O.G., Visão de Rua
Eu falo da minha vida e da sua, e daí?
Se a periferia é o alvo de toda miséria
Eu sei o que é viver nas ruas mano, morar na favela
E ser mina de guerra e de paz, e como diz Racionais
Sua moral não se ganha se faz

Eu digo mais, hoje eu tô numa legal, a consciência é forte
Longe do fumo, da pedra, longe da mira da morte
Confrontar riqueza, fome é o que sobra na mesa
Morre a esperança e aumenta cada vez mais a incerteza
Se abrem as portas da destruição é real
Aí o sistema cria a cada dia um marginal
Citei um lado mau
Taí porque ninguém aqui está a salvo (Campinas!)
Periferia é o alvo…

Periferia noite e dia, tristeza e alegria
Miséria, podridão, submundo do crime se via
Agonia e correria
Sobrevivência em decadência
Um lado podre, pobre, a vida a morte em plena permanência
Eu choro lágrimas de sangue por tantas quebradas
Estado de calamidade, invadida, alagada
A cada apelo, desesperador e sofrimento
Por todas favelas do nosso Brasil eu lamento

Ruas de terra, esburacada mal iluminada
Um pesadelo pra população fodida e inconformada
E na calada a impunidade mata muita gente
Pai de família, uma porção de manos inocentes sem dó
Pai e morte ligados a uma sina
A mãe que pari o filho, a rota mata e extermina
Um desacato à personalidade feminina
Aqui ninguém meu está salvo, periferia é o alvo

[Refrão 2x]
Se piá se pá, mãos pro alto
Periferia o sangue escorre pelo asfalto
Nós somos favela, o verdadeiro alvo
Estilo de vida que pra nós foi traçado

Milhares de famílias desabrigadas que
Ainda ontem tinham um teto e hoje
Não tem nada, foi destinada a vida nova
Quebrada distante, mal localizada
São duas horas de lá até a escola, na caminhada
É o drama da moradia que acaba
Honestidade de muita gente
Que sonha com um futuro digno
Eu sei de um trabalhador de mão calejada
Que hoje é na verdade um pingaiada
Um joão ninguém caído no chão da calçada

Violenta barreira separa a sociedade
Medos, seus próprios conflitos, problemas dificuldades
A guerra é nas periferias causas maiores têm sido
Pedra, maconha, farinha, ferro, polícia e bandido
-Eu te digo!..

[Refrão 2x]
Se piá se pá, mãos pro alto
Periferia o sangue escorre pelo asfalto
Nós somos favela, o verdadeiro alvo
Estilo de vida que pra nós foi traçado

[Verso adicional do Visão de Rua]

[Refrão 2x]
Se piá se pá, mãos pro alto
Periferia o sangue escorre pelo asfalto
Nós somos favela, o verdadeiro alvo
Estilo de vida que pra nós foi traçado

Sobre Periferia é o Alvo

Diferente da “Versão de Álbum”, lançada no disco “Periferia é o alvo”, de 1997, esta verão não conta com a participação de Kid Nice. A música termina com um verso do Visão de Rua que não estava presente na outra versão.

O que você achou de Periferia é o Alvo?