Ouça na sua plataforma preferida!
    Média

    0

    10 baseada em 0 votos.
    Avalie:
    Você ainda não votou.
    Aguarde...

    Faça o login para votar.

    Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

    Letra da música Pra Mandar o Mundo se Fuder

    [Verso 1]
    Andando pela selva
    Mentiras nos jornais, na tela, nos outdoors
    Vadias de biquínis e paletós
    Vitrines espelham êxtase e depressão
    Desejos e frustração
    Motivo de crime
    No panfleto o político sorrindo
    É tão cínico
    Eu vejo o demônio pelo que eles chamam de santinho
    Ok, então isso é a lei, isso é o lícito
    Fica com isso e me chama bandido
    Vampiros duas caras
    Se fazem de amigos pra ter o que precisam
    Te suga e rala
    Não tem alisa na rua, cê vale o que usa
    Mais do que o que pulsa embaixo da blusa
    E todo mundo sangra igual a mim, nêgo
    Mas tanto veneno faz eu me sentir menos
    Porque se você é o que cê come, cê come o que cê pode comer
    Então cê é o que cê pode pagar pra ser
    E eu num quero ser mais que você
    Eu só quero pagar o preço do que eu quero ser porque

    [Refrão]
    Pra mandar o mundo se fuder
    Vou ser o vilão nessa porra
    Mas cê quer mesmo saber por que?

    Pra mandar o mundo se fuder
    Eu quero mais de cem milhões
    Mas cê deixa eu te dizer pra que?

    Pra mandar o mundo se fuder
    Pra mandar o mundo se fuder
    Pra mandar o mundo se fuder
    Pra mandar o mundo se fuder

    [Interlúdio]
    Cês vão me ver irmão, cês vão me ver!
    E aí cês vão dizer: Que bom te ver, Don!
    Hipócritas!

    [Verso 2]
    Ok, tá tudo bem vagabundo
    Estilo Tupac, eu acordei gritando foda-se o mundo!
    Procurando a gata pra ser minha Bonnie e eu Clyde
    Transando no banco de trás, parando o trânsito
    Mostrando como se faz
    Como cê vai linda ? Deixa eu te beijar todinha
    E ser o cara que te come e te faz bem como cê me faz
    Quando me acompanha num fim de tarde na ponte do cais
    Sem caô, pra que mais serve a grana que se faz, se não for o amor?
    É insano demais
    Sem planos demais que se tornam sujos
    Não quero ser seu marido, só o seu vagabundo tipo…
    Na luz da manhã, frutas e pães
    Longe de tudo, comentando como o mundo tem sonhos estúpidos
    Planos estúpidos
    Regras estúpidas
    Guerras estúpidas por motivo fútil
    Mas eu não vou dar o braço a torcer
    Então vem comigo prima que eu não tenho nada a perder

    [Refrão]
    Pra mandar o mundo se fuder
    Vou ser o vilão nessa porra
    Mas cê quer mesmo saber por que?
    Pra mandar o mundo se fuder
    Eu quero mais de cem milhões
    Mas cê deixa eu te dizer pra que?

    Pra mandar o mundo se fuder
    Pra mandar o mundo se fuder (se fuder)
    (Pra mandar)
    Pra mandar o mundo se fuder
    Pra mandar o mundo se fuder (se fuder)

    [Interlúdio]
    É em torno dela que tudo gira não é isso?

    [Verso 3]
    Isso aqui não é sobre roupa e carro
    Essa porra é descartável tipo flor de plástico
    Isso não é sobre cor e classe, é sobre amor
    Por isso meu rancor e lágrima
    Flambado no doce do Licor e Sauza
    E esse fogo destilado no meu corpo e alma
    Pelos sonhos que se foram
    E claro, derrubar é fácil quando o irmão entrou amarrado
    Eu ainda sinto o chute no rim
    Falô, otário!
    Eu quero ver trocar agora que eu não tô algemado. Vem !
    Não pense que se eu pego essa grana agora
    A porra me torna igual aos que plantaram essa bosta
    Tipo os cara que viaja e não volta
    Tipo o escravo que se torna senhor também
    Melhor fazer me apresentar, prazer !
    Me dá a grana ! E deixa eu te explicar pra que…

    [Refrão]

    Sobre Pra Mandar o Mundo se Fuder

    A música Pra Mandar o Mundo se Fuder, de Don L e produção de Don L e Papatinho, foi lançada no disco Vida Premium Beta, em 2012.

    O que você achou de Pra Mandar o Mundo se Fuder?