Ouça na sua plataforma preferida!
Média

0

10 baseada em 0 votos.
Avalie:
Você ainda não votou.
Aguarde...

Faça o login para votar.

Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

Letra da música Eu e a Tábua

[Verso 1]
Outro dia eu tava em casa me sentindo na prisão
Jogando dardo na televisão
Estressado, cansado dessa vida louca
Olhei pro lado e vi a mulher passando roupa
Minha cueca azul da cor do mar
Me deu vontade de ir pegar uma onda com a minha tábua de passar
“É pra fugir da rotina”
Detonei uma vela pois não tinha parafina
Tudo em cima
“Vai pra onde amor?”
Vamos a la playa, ô ô ô ô
“Vamos a la playa?! Ô! Cê vai com quem?”
Eu, a tábua, e mais ninguém
“E a roupa pra passar?”
Ah, deixa pra lá
Hoje eu não vou precisar do terno
Me passa a tábua e me deixa relaxar
E que tudo mais vá pro inferno

[Refrão x4]
Estou a dois passos do paraíso
Eu e a tábua de passar

[Verso 2]
Batalhando no front da guerra do cotidiano
Procuro uma trégua na linha do horizonte
E encontro um oceano
Às vezes me sinto um peixe fora d’água e de repente começo a chorar
Mas agora eu vejo tanta água aqui na minha frente que eu nem sei por onde começar
“Por onde eu vou entrar, pescador?” (Ah, sei lá!)
Então eu vou no instinto, pego uma tábua e vâmo vê o que que dá
Começo a remar e no começo eu levo onda na cabeça sem parar
O sufoco é passageiro, mas eu fico sempre alerta feito um escoteiro
Porque o mar é traiçoeiro
E eu amo o mar, mas odeio esse cheiro
De leptospirose, hepatite, isso é o que não falta
Devia ter vindo com uma roupa de astronauta
Porque se eu caio dessa tábua
Eu tomo um caldo dessa onda e um gole dessa água

[Refrão x4]
Estou a dois passos do paraíso
Eu e a tábua de passar

[Verso 3]
Se o mar virar sertão e o sertão virar mar eu vou morar lá no sertão com a minha tábua de passar
Porque isso aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais
(Atrás!)
Devia ter visto minha cara de emoção
Eu e a tábua por dentro do salão
Queria tirar uma foto quando o jato espirrou
Pra mostrar pros meus filhos, que lindo, pô
Pelo menos em algum lugar eu me sinto em paz
Longe dos problemas banais
Preciso respirar um pouco
Navegar é preciso, senão eu fico louco
A maré não tá pra peixe lá fora do mar
Mas quem tá na água é pra se molhar
E eu vou em frente
Remando contra a corrente
Só pra exercitar
E nos caldos que a vida me dá
A minha tábua de salvação é a minha tábua de passar

[Ponte]
Longe da terra, perto da água, dentro do mar
Longe da guerra, eu e a tábua, eu e a tábua de passar

[Verso 4]
Dizem que aqui tem tubarão
Mas minha mulher veio me buscar com o ferro quente na mão
Tá me chamando lá na beira
E eu aqui até agora esperando a saideira

[Outro]
Estou a dois passos do paraíso
Estou a dois passos do paraíso
Estou a dois passos do paraíso
Eu e a tábua de passar
Eu e a tábua de passar
Eu e a tábua, eu e a tábua
Eu e a tábua de passar
Talvez eu fique, eu fique por lá
Não sei se vou voltar
Eu e a tábua, eu e a tábua
Segura a onda, Gabriel

O que você achou de Eu e a Tábua?