Ouça na sua plataforma preferida!
    Média

    0

    10 baseada em 0 votos.
    Avalie:
    Você ainda não votou.
    Aguarde...

    Faça o login para votar.

    Esta página ainda está sendo preenchida. Encontrou algum erro ou quer nos ajudar a preenchê-la? Manda um salve!

    Letra da música A noite

    [Verso 1]
    A lua já ilumina a rua escura
    E a verdade nua e crua
    É que a noite vem chegando
    E os demônios saem de casa
    Pois a noite é a brasa
    Que eles estavam esperando
    Despachos colocados em todas as encruzilhadas
    Evocam os Deuses donos da madrugada
    Violência ignorância e outras drogas pesadas
    Na noite vão fazendo a cabeça da moçada
    Tiros nas ruas, sirenes, cães, viaturas
    São os únicos sons que imperam nesse lugar
    A morte e a sorte são fortes na noite escura
    Reze por mim pois eu não sei quando vou voltar
    Meu amor pense em mim mas a noite é assim
    Minha asa minha casa meu único lar
    Pra você me achar na noite vai ser ruim
    Vai ser difícil você me localizar

    [Refrão]
    Eu sei que a noite chegou
    Não tema meu amor
    Não sei pra onde vou

    Eu sei que a noite chegou
    Não tema meu amor
    Não sei pra onde vou

    [Verso 2]
    A polícia persegue persegue mas não consegue encontrar
    Os donos dessa imensa escuridão
    A noite é minha navalha, à noite não há quem me pegue
    De alma lavada de farda ou de arma na mão
    Pense em mim meu amor e na escuridão de onde estou
    Vago por ruas vazias esquinas sombrias
    Ninguém sabe se o dia começou ou se acabou
    Eu só sei te dizer que a noite chegou
    A noite sempre chega ela tarda, mas não falha
    O dia é a agonia e a noite é a navalha
    De noite toda hora é hora de tomar cuidado
    Porque na escuridão todos os gatos são pardos
    As mães de família rezam pelos seus filhos
    Que na noite morreram, mataram, correram, sumiram
    Sempre há de haver escuridão onde houver luz
    E no gueto nós temos que carregar essa cruz
    A noite é das putas, mendigos, pinguços e loucos
    E da polícia que faz justiça como quiser
    Quem vive na noite não pensa como pensam os outros
    Quem está na noite está pro que der e vier

    [Refrão]
    Eu sei que a noite chegou
    Não tema meu amor
    Não sei pra onde vou

    Eu sei que a noite chegou
    Não tema meu amor
    Não sei pra onde vou

    [Verso 2]
    A noite é minha navalha, à noite não há quem me pegue
    De alma lavada de farda ou de arma na mão
    Pense em mim meu amor e na escuridão de onde estou
    Vago por ruas vazias esquinas sombrias
    Ninguém sabe se o dia começou ou se acabou
    Eu só sei te dizer que a noite chegou
    A noite sempre chega ela tarda, mas não falha
    O dia é a agonia e a noite é a navalha
    De noite toda hora é hora de tomar cuidado
    Porque na escuridão todos os gatos são pardos
    As mães de família rezam pelos seus filhos
    Que na noite morreram, mataram, correram, sumiram
    Sempre há de haver escuridão onde houver luz
    E no gueto nós temos que carregar essa cruz
    A noite é das putas, mendigos, pinguços e loucos
    E da polícia que faz justiça como quiser
    Quem vive na noite não pensa como pensam os outros
    Quem está na noite está pro que der e vier

    [Verso 3]
    Venha não há problema não tema
    A escuridão sempre foi amiga dos negros
    Ela protegeu Zumbi e a fuga dos escravos
    Venha não tenha medo eu estou do seu lado
    Anote o meu recado pois eu sei que estou certo
    Fique sossegada eu sempre estarei por perto
    Daqui da terra a lua parece tão fria
    O dia já era e a noite não termina
    Vago por ruas vazias esquinas sombrias
    Eu não sei quem me chamou eu só sei dizer meu bem que a noite chegou, a noite chegou

    [Refrão]
    Eu sei que a noite chegou
    Não tema meu amor
    Não sei pra onde vou

    Eu sei que a noite chegou
    Não tema meu amor
    Não sei pra onde vou

    [Saída]
    A noite quando chega, ela traz bons e maus fluídos, mas eu acho uma besteira se preocupar com isso, porque ainda sim impera a poesia

    [Solo de Teclado]

    Eu sei que a noite chegou
    Não sei pra onde vou

    [Scratches]

    [Refrão]
    Eu sei que a noite chegou
    Não tema meu amor
    Não sei pra onde vou

    Eu sei que a noite chegou
    Não tema meu amor
    Não sei pra onde vou

    Sobre A noite

    A música A noite, de Thaíde & DJ Hum, foi lançada no disco Humildade e Coragem são as Nossas Armas para Lutar, em 1992.

    O que você achou de A noite?